Header Ads

Choveu mais de 61% da média do mês de fevereiro em Paulínia, diz PCJ

Entre os dias 1° e 10 de fevereiro, o Sistema de Alerta a Inundações de São Paulo (SAISP) registrou 88 milímetros de chuvas no posto pluviométrico do Rio Atibaia, acima de Paulínia, que compõe a Sala de Situação PCJ (Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí). O valor registrado corresponde a 61,4% da média de todo o mês de fevereiro, que é 143,27 milímetros. A cidade registrou 284 mm de chuva em janeiro de 2022.

De acordo com o Instituto de Pesquisas Meteorológicas – IPMet/UNESP, localizados em Bauru e Presidente Prudente, até terça-feira (15/02), a presença de uma frente semi-estacionária entre o litoral do Rio de Janeiro e do Espírito Santo, favorece a formação de pancadas de chuva e trovoadas isoladas, especialmente na região norte do estado de São Paulo, a partir da tarde. Nas demais regiões paulistas, o ar mais seco predomina, com céu claro a parcialmente nublado e sem chuvas. Temperaturas elevadas. Os radares do IPMet/UNESP, não estão detectando chuvas no estado de São Paulo.

Os boletins diários da Sala de Situação PCJ têm por finalidade compilar informações das Bacias PCJ tais como: chuva acumulada em 24 horas; total de chuva acumulada no mês corrente e nos anteriores; vazões e níveis dos rios monitorados pela telemetria do Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) e previsão de chuva para os próximos 5 dias.

Fonte: NP

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.