Header Ads

Seo Services

Campinas foi atingida por 876 raios nos temporais da noite de quarta-feira

Elat/Inpe considera alta incidência de mais de 100 descargas em 24 horas.
Ninguém se feriu na cidade, mas tempestade assustou os moradores.

Campinas (SP) foi atingida por 876 raios durante os dois temporais da noite de quarta-feira (14), segundo levantamento do Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). O Elat considera alta uma incidência acima de 100 raios em 24 horas em um único município. No total, a precipitação durou cerca de 5 horas.
Ainda segundo o órgão, entre o dia 1º de janeiro e a manhã de quarta-feira, antes dos temporais, a cidade registrava 196 raios, ou seja, média de 14 por dia. De acordo com as autoridades, ninguém se feriu no temporal. Levantamento do Elat aponta que 84 pessoas morreram após acidentes com descargas atmosféricas entre janeiro e novembro de 2014.
Apagão após descarga
Durante a tempestade de raios em Campinas, a região dos bairros do Bonfim, Vila Teixeira, Vila Itália e Parque Industrial chegou a ter um apagão temporário.
Cuidados
De acordo com pesquisadores do Elat, em casos de tempestade com raios, evite sair na rua. Se for inevitável, procure ficar em um veículo não conversível. Procure abrigo em locais como metrôs ou túneis.
Dentro de casa, evite usar telefone com fio ou o celular ligado a rede elétrica. Não fique perto de tomadas ou janelas. Não espere o temporal passar em topos de morros ou cordilheiras, parte alta de prédios e áreas abertas como campos de futebol.
Estragos após temporal
De acordo com a Defesa Civil, o temporal derrubou cinco árvores em Campinas na noite de quarta-feira. O volume mais alto de chuva foi na região Sul, com 55 milímetros.
Nove pontos de alagamentos foram registrados nos seguintes locais: Kartódromo, do Taquaral, Avenida Orosimbo Maia, Jardim do Lago II, Jardim Santa Cruz, Jardim das Bandeiras, Vila Santana e Vila Anhanguera.
Três imóveis foram vistoriados para análise, já que apresentaram rachaduras. Um no Jardim do Trevo, outro no bairro Carlos Lourenço e um terceiro na Vila Industrial. Os resultados não foram divulgados ainda. No Distrito de Joaquim Egídio, foi registrado chuva de granizo.


Fonte G1

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.