Header Ads

Seo Services

Americana, SP, repassa férias e zera dívidas com servidores municipais

Acertos foram concluídos na tarde de terça-feira (27), segundo Prefeitura.
Impasse começou há três meses e houve greve de servidores no período.
Após três meses de impasse no pagamento de salários e benefícios aos servidores, Americana (SP) zerou as dívidas com o funcionalismo. Segundo a Prefeitura, os últimos débitos acertados foram as férias da categoria e vale-alimentação de dezembro. A entidade que representa os trabalhadores confirmou os repasses, na terça-feira (27), e frisou que a greve está encerrada.

"Está tudo zerado, é uma surpresa positiva. Também não teremos mais problemas com o fundo de previdência", disse o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Americana, Antônio Forti. A categoria cogitava parar atividades e serviços, caso as contas não fossem quitadas até sexta-feira.

A greve do funcionalismo durou 38 dias e foi suspensa no dia 14. Antes disso, entretanto, os trabalhadores também fizeram paralisação de dez dias em novembro de 2014. A entidade que representa os servidores informou, nesta quarta-feira (28), que a administração de Omar Najar (PMDB) acertou aproximadamente R$ 32 milhões em dívidas com trabalhadores concursados e comissionados, incluindo as duas parcelas do 13º salário, as remunerações de dezembro e benefícios como alimentação. Segundo Forti, a administração municipal também se comprometeu, a partir de agora, a pagar os salários sempre no quinto dia útil.

O que foi feito?
Segundo a Prefeitura, o valor total acertado pela administração, empossada dia 9, deve ser divulgado na sexta-feira (30) pela Secretaria da Fazenda. Contudo, a administração adiantou que as demissões de comissionados e temporários gerou economia de R$ 3 milhões. Atualmente, a cidade possui aproximadamente seis mil trabalhadores concursados.

Para realizar os acertos, o Executivo também usou verbas relacionadas ao IPVA, ICMS e IPTU e suspendeu o pagamento a fornecedores e prestadores de serviços de 90 dias.


Fonte G1

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.