Header Ads

Seo Services

Jovem tortura garota após suposta traição

Vídeo divulgado pelo WhatsApp e pelo Facebook está sendo investigado pela polícia
Um vídeo divulgado no aplicativo para celular WhatsApp e nas redes sociais com imagens de uma garota sendo espancada e torturada por sua rival está sendo investigado pela polícia em Praia Grande.
Segundo Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) do Município, uma equipe de investigação está fazendo diligências na manhã desta terça-feira (30) para apurar o caso.

O vídeo teria sido feito e divulgado depois de a agressora suspeitar que seu namorado estava se envolvendo com a vítima. As imagens são fortes.

Até agora não se sabe exatamente onde e quando as filmagens foram feitas, mas informações preliminares dão conta que o caso pode ter ocorrido mesmo em Praia Grande.

Nas imagens a agressora, que se identifica como Elisângela, dá tapas e socos na rival e chega a apagar um cigarro no rosto da vítima.

A todo momento ela obriga a garota a confessar a traição e a xingar a si própria com palavras de baixo calão.

O episódio ainda não foi denunciado pela vítima e não há boletim de ocorrência sobre o caso.

A jovem que apanha não teve a sua identidade confirmada e, até o momento, não foi encontrada pela polícia. O pivô das agressões, porém, é identificado no vídeo como "Bolinho".

Já a agressora teria sido localizada e chamada para prestar depoimento na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM). No entanto, até a manhã desta quarta-feira, a jovem não se apresentou para dar esclarecimentos sobre a briga.

Nas redes sociais o assunto segue tendo audiência. Até uma página no Facebook foi sido criada sobre o assunto, tratado em tom de escárnio. O nome da página é "Sou fã do bolinho desde que ele traiu a Elisangela Granneman".


Fonte : CP

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.