Header Ads

Seo Services

Guardas e bombeiros mantêm greve e fazem novo protesto em Sumaré

Servidores querem reunião com a prefeita para negociar benefícios.
Prefeitura diz que só vai receber se profissionais voltarem a trabalhar.

Os guardas municipais e os bombeiros de Sumaré (SP) fazem nova manifestação nesta quarta-feira (8) em frente à Prefeitura. Os servidores querem uma reunião com a prefeita Cristina Carrara (PSDB) para pedir que os benefícios do antigo decreto, que foi revogado, sejam incluídos na nova regulamentação das jornadas de trabalho estabelecida pela administração. Os servidores alegam que perderam direitos como horário de almoço e folga de dois dias.
De acordo com o sindicato que representa a categoria, cerca de 200 trabalhadores estão reunidos no local e participaram de uma passeata pelas ruas do entorno. A Prefeitura afirma que só vai receber os profissionais se eles voltarem a cumprir a escala normal de trabalho.
 A revogação do decreto de 2011 foi publicada na edição de 19 de setembro deste ano do semanário oficial da cidade. Além da Guarda Municipal e do Corpo de Bombeiros, em greve desde 1º de outubro, funcionários da Saúde também estão no local, de acordo com o sindicato. A reclamação deles é que o pagamento dos salários, feito nesta terça-feira (7), aconteceu de forma parcelada. Até a publicação dessa reportagem, a Prefeitura não se manifestou sobre o caso.
Novo decreto
A administração afirma que um novo decreto, assinado no dia 2 de outubro, regulamenta a jornada de trabalho de acordo com o que está previsto no Estatuto dos Servidores e que todas as horas extras serão pagas, conforme a nova regra. Por isso, entende que todos os funcionários deveriam estar trabalhando normalmente.
No entanto, segundo o guarda municipal Eduardo Ramalho, há 15 anos na profissão, o decreto excluiu alguns benefícios, como horário de almoço, dois dias de folga e 40 horas de descanso semanal remunerado. Para ele, a jornada também foi alterada. "Sendo retirada a folga, aumentaram dois plantões", afirma.

Fonte G1

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.