Header Ads

Seo Services

Com "traumatismo severo" na cabeça, Bianchi é operado de emergência

Foto Reprodução : GE
Em gravíssimo acidente que encerrou GP do Japão, francês perdeu controle do carro na pista molhada e bateu em um guindaste que recolhia Sauber de Adrian Sutil

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) informou que Jules Bianchi sofreu um traumatismo severo na cabeça e está sendo submetido a uma cirurgia de emergência no Hospital Geral de Mie, localizado a cerca de 15km do circuito de Suzuka, palco do GP do Japão deste domingo. Segundo a entidade, depois da operação, o piloto da Marussia será levado para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). Em razão da gravidade, a transmissão oficial da F-1 evitou exibir imagens do acidente e do resgate. Em entrevista a TVs francesas, o pai do piloto, Philippe Bianchi disse que o estado do filho é grave.
- Os exames mostraram que ele sofreu uma severa lesão na cabeça e está sendo submetido a cirurgia. Na sequência, ele será movido para o cuidado intensivo, onde será monitorado. O Hospital Geral de Mie divulgará atualizações assim que novas informações estiverem disponíveis - dizia o comunicado da FIA.
O francês de 25 anos sofreu um gravíssimo acidente na 43ª volta da corrida deste domingo. Após perder o controle de sua Marussia na pista molhada pela forte chuva, ele atingiu um guindaste que rebocava a Sauber de Adrian Sutil na curva 7 do circuito nipônico. Primeiramente, a corrida foi paralisada com a entrada do safety car e um carro médico foi enviado ao local. Ao ser detectada a gravidade do ocorrido, a prova foi imediatamente encerrada. Inconsciente, o piloto foi levado ao centro médico do autódromo e transferido de ambulância para o hospital. A FIA ressaltou que bandeiras amarelas estavam acionadas no setor para alertar os pilotos da presença do carro de Sutil. Segundo o alemão da Sauber, porém, Bianchi deve ter aquaplanado, perdendo totalmente o controle do carro.
Jules Bianchi tem 25 anos e nasceu em Nice, sudeste da França em 3 de agosto de 1989. Ele começou a competir no kart e em 2007 passou para os monopostos, sendo campeão da Fórmula Renault 2.0 francesa logo em seu ano de estreia. Em 2008, Bianchi terminou em terceiro na F-3 europeia, tendo vencido a etapa especial Masters. No ano seguinte, ele sagrou-se campeão da categoria com nove vitórias em 20 corridas. Em 2010, disputou a GP2, principal categoria de acesso à Fórmula 1, sendo terceiro em um ano e vice-campeão no outro. Os resultados expressivos na base o renderam um convite para fazer parte do programa de jovens pilotos da Ferrari. Paralelamente, o francês foi vice-campeão da F-Renault 3.5. Ele é piloto de testes da escuderia italiana desde 2001. Por influência da Ferrari, Jules foi contratado pela modesta Marussia às vésperas do início do campeonato de 2013 para substituir o brasileiro Luiz Razia. Nesta temporada, o francês conquistou os primeiros pontos do pequeno time ao chegar em nono em Mônaco.

Fonte : GE

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.