Header Ads

Seo Services

Diretora da escola Lozano é acusada por pai de aluno

A diretora da escola Lozano em Paulínia é acusada de apropriação indébita de verba da APM (Associação de Pais e Mestres). Segundo consta no B.O. nº 4455/2014 registrado na Delegacia de Polícia de Paulínia (DEOPOL), o pai W.S.R., de um aluno da escola, decidiu registrar o BO depois de constatar através de uma conferencia nas contas da APM. Pois desconfiou da mesma após ter recebido um bilhete através de seu filho de que a escola estaria vendendo pasteis para angariar dinheiro. Alegando que a mesma estava passando por dificuldades financeiras.
Segundo os documentos anexados no BO constatou-se que a Diretora R.V. além de fazer alinhamento e balanceamento no veículo Corolla de sua propriedade, placas DKD 4616 no valor de R$ 150,00, ainda tinha constantes abastecimentos de combustível. Se sentindo lesado pela diretora e pela presidente da APM, também questionou alguns recibos feitos à mão sem dados nenhum de quem prestou o serviço, além de verificar muitas das prestações de contas terem sido feitas por simples orçamentos e não notas fiscais.
Outra curiosidade que chamou a atenção foi à compra de quinhentas rosas para serem distribuídas as mães dos alunos, no valor de R$ 2.000,00 pagos com recibos em quatro parcelas de iguais valores.
Este caso será averiguado pela polícia Civil e caso seja constatado o desvio serão tomado as medidas cabíveis constantes na lei, e a diretora R. V. poderá responder processo de apropriação indébita Art. 168, e caso seja condenada poderá pegar de 1 à 4 anos de reclusão e multa.  
Procurado a Diretora R.V. para dar sua versão sobre o caso, a mesma não nos deu retorno até o fechamento desta matéria.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.