Header Ads

Seo Services

Paulínia resgata qualidade no transporte e serviço de urgência e emergência

Serviço de Resgate da Secretaria de Saúde é ampliado e humanizado. São José II ganhará base para atender à crescente demanda da população

Ao assumir a prefeitura, o prefeito Edson Moura Jr. e o secretário da Saúde Renato Netto Cardoso encontraram o serviço de resgate (transporte, urgência e emergência) em total situação de abandono.
O Quadro era de reduzido número de viaturas, com a maioria sucateada, sem manutenção. Essas viaturas transportavam pacientes sem a mínima condição de segurança e conforto necessários aos pacientes.
Havia ainda uma total falta de controle do serviço. Os servidores abandonados, trabalhando em condições de improviso. O resultado era o descontentamento da população com o serviço, que era prestado sem qualidade e com sérias restrições.
Para enfrentar mais esse desafio o prefeito trouxe para dirigir o Resgate a servidora -Auxiliar de Enfermagem – Iria Onira da Silva, com 27 anos de atuação na Saúde.
P: Como estava a situação do serviço de Resgate, antes da posse do Prefeito Edson Moura Jr.?
Iria: Trabalhávamos no serviço de Hemodiálise; Quimioterapia e Radioterapia; e Social com apenas dois veículos (peruas/ kombis). Tudo era no improviso, pois os veículos estavam em péssimas condições de uso. O risco era diário tanto para os pacientes como para os servidores. Sem as condições necessárias o atendimento ficava prejudicado ou até não era efetivado.
P: E a situação hoje, o que melhorou?
Iria: O secretário Renato apresentou nosso levantamento da situação e das necessidades para o atendimento ao prefeito Edson Moura Jr. que imediatamente aprovou algumas medidas emergenciais. Hoje temos oito ambulâncias novas básicas e mais duas chegarão em janeiro para UTI móvel e Resgate. Foi implantado um sistema de controle efetivo do atendimento, aonde é confrontado Relatório Médico x Relatório de Atendimento x Roteiro do Motorista. Tudo isso, somado ao compromisso dos servidores, resultou na melhoria do serviço e na ampliação do atendimento à população.
P: Quantos atendimentos mensais o serviço de Resgate realiza?
Iria: O transporte para os hospitais e clínicas (SUS) de outras cidades como São Paulo, Barretos, Limeira, Rio Claro, Sorocaba resultam hoje em cerca de 90 pacientes atendidos no mês. Os serviços dentro da cidade, nossa maior demanda, atenderam nos últimos quatro meses o total de 18.986 pacientes, ou seja, 126 atendimentos/dia.
P: Vencida a falta de ambulâncias e condições de trabalho, como foi enfrentar a desmotivação dos servidores?
Iria: É preciso deixar bem claro que toda desmotivação do servidor é motivada pela falta de condições de trabalho e ainda, pela falta de respeito e de compromisso dos superiores. Quando assumi o Resgate, pedi a compreensão e colaboração de todos, pois o momento era de união pelo serviço público. É claro que depois de 4,5 anos de abandono, os servidores esperavam melhorias, mas acima de tudo esperavam respeito. Neste sentido acredito que estamos conseguindo avançar, pois o comprometimento de cada servidor tem sido maravilhoso.
P: Ser chefe é difícil?
Iria: É muito difícil, mas gratificante quando se vê as coisas mudando para melhor. Estamos sendo acima de tudo justos, pois a partir do momento que o servidor exerce suas atribuições com eficiência, qualidade e compromisso, e em contrapartida, o empregador (Prefeitura) oferece as condições necessárias para o trabalho, tudo vai ficando mais fácil. O resultado é a melhoria da qualidade dos serviços públicos oferecidos à população.
P: Quais as perspectivas para os próximos anos?
Iria: O trabalho do prefeito Edson Moura Jr. e do secretário Renato está apenas começando. Há muito a se fazer pela saúde municipal e com certeza será feito. Vamos ter UPA´s (Unidades de Pronto Atendimento) e com isso o serviço de Resgate será regulamentado no município com a criação do SAMU municipal. A partir de janeiro todos os motoristas de ambulância deverão estar habilitados legalmente como “condutores de emergência” e terão gratuitamente curso de BTLS para atuar junto com a Equipe de Enfermagem no Resgate. Os Servidores receberão ainda uniformes e todos os EPI´s necessários, bem como condições dignas de trabalho. Isso exigirá mais estrutura de atendimento o que resultará em ainda mais Qualidade.
P: Haverá condição de continuar atendendo essa demanda crescente?
Iria: Essa questão já foi abordada pelo Prefeito que decidiu pela instalação da base do serviço de Resgate no São José II, que atenderá até o Planalto a partir de janeiro, de segunda a sábado das 07h00 ás 19h00. Isso agilizará o atendimento aos moradores daquela região.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.