Header Ads

Seo Services

Reciclarte chega a Paulínia

A exposição multimídia RECICLARTE – Arte da Reciclagem em SãoPaulo – chega a Paulínia e apresenta painéis gigantes de fotografia com mais de2 metros de altura, um vídeo do making of com os personagens da reciclagem,além da exposição de diversos objetos curiosos reciclados e de obras de artereais, feitas com material descartado. A abertura da mostra será nesta quartafeira (13), as 10 h no Paço Municipal.
Nos painéis da exposição que é aberta ao público é possível ver ensaiosfotográficos nos quais são retratados personagens que participam da cadeiaprodutiva da reciclagem, desde o descarte consciente de resíduos sólidos até avolta dos materiais como produtos reciclados. É o cidadão comum, o catador dematerial reciclável, o profissional que lida com o processo de reciclagem deforma artesanal ou industrial e o artista que transforma o resíduo descartadoem objetos de contemplação.

As imagens resgatam a dignidade desse trabalho anônimo que gerariqueza a partir daquilo que se joga fora.
Para a secretária de Turismo e Eventos, Elisabeth Ferreira deBrito, a exposição é uma oportunidade de despertar o interesse à preservação domeio ambiente e valorizar as produções artísticas. “Todas as obras foram muitobem feitas. Mostram que é possível encontrar beleza e principalmente utilidadenaquilo que a maioria das pessoas vê como lixo. São atitudes como a destesartistas que mudará o futuro”, declarou a Secretária.
Completa a exposição o guia de áudio individual, que pode serretirado no local, onde estão gravadas as legendas e os depoimentos da maioriados personagens retratados.

A reciclagem no Brasil

Cadabrasileiro produz de 600 gramas a 1 quilo de lixo por dia. Se este número formultiplicado pela quantidade de pessoas que moram hoje no Brasil, os númerossão assustadores, mais de 240 mil toneladas de lixo produzidas diariamente.

E apesar de 45% deste lixo brasileiro ser reciclável, o Brasil recicla apenas2% do lixo urbano, segundo dados da Associação Empresarial para Reciclagem(CEMPRE). O restante do lixo vai para lixões, aterros controlados e aterrossanitários.

Estima-se que 1 em cada 1.000 brasileiros seja catador de lixo.  A cidadede São Paulo possui mais de 20 mil  carroceiros, centenas de catadores e mais de 3.200 coletores de lixo.

Segundo dados da Unicef, existe mais de 50 mil crianças que trabalham noslixões do Brasil em busca de comida para seu sustento e da família.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.