Header Ads

Seo Services

Quadrilha suspeita de ataques a caixas eletrônicos é presa

AÇÃO ACONTECEU EM VÁRIAS CIDADES. ALVOS DOS CRIMINOSOS ERA
REGIÃO DE CAMPINAS
Sete pessoas foram presas na manhã desta terça-feira, 12, em cidades diferentes, acusadas de integrarem uma quadrilha especializada em explosões de caixas eletrônicos na região de Campinas.

As prisões realizadas pela Polícia Civil aconteceram nas cidades deCampinas, Jaguariúna, Itirapina, Santo Antônio de Posse e em São Paulo. As investigações apontam que parte do dinheiro roubado financiava o tráfico de drogas.

A operação foi realizada por integrantes da 5ª Patrimônio (Delegacia de Investigações sobre Roubo a Bancos), Garra (Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos) do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais), da Seccional de Mogi Guaçu e do Gaeco de Campinas. Foram cumpridos sete mandados de prisão e outros 19 mandados de busca e apreensão. A investigação durou cerca de um ano.

Cinco suspeitos que respondem por outros delitos foram presos durante a operação desta terça-feira dentro de unidades prisionais do estado de São Paulo: um na penitenciária de Itirapina, outros dois no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pinheiros e na Penitenciária Feminina do Butantã, ambos São Paulo, além de duas pessoas no CDP de Campinas. Segundo a polícia, a quadrilha conversava com integrantes dentro e fora dos presídios por meio de aparelhos celulares.

O caso também tem relação com a prisão de policial militar em setembro deste ano em Pedreira, suspeito de atuar como segurança para a quadrilha em cinco cidades da região. O soldado foi preso em Mogi Guaçu após seis meses de investigações. Ele foi levado para o Deic e depois seguiu para o Presídio Romão Gomes, em São Paulo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.