Header Ads

Seo Services

Paulínia participa da Campanha Novembro Azul

A Secretaria de Saúde de Paulínia está preparando uma ação que irá fazer parte da Campanha Novembro Azul, deflagrada pelo Ministério da Saúde. O objetivo é alertar os homens sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata. Durante os dias 26, 27 e 28 de novembro homens acima de 40 anos terão atendimento especial no Ambulatório da Saúde do Homem, que fica no Hospital Municipal de Paulínia.
Uma equipe de especialistas estará à disposição do público atendido pela campanha. 

“Faremos exames de rotina, que detectam o câncer de próstata, como o exame de sangue e o de toque. Pretendemos conscientizar os homens sobre a necessidade de se submeter a esses exames preventivos”, explicou o coordenador do departamento de urologia do Hospital de Paulínia, o médico João Carlos Cardoso Alonso.

O urologista chamou atenção para o fato de que um a cada seis homens irá desenvolver o câncer de próstata, segundo dados do IBGE. Ele ainda fez um comparativo em relação às mulheres. “As mulheres vivem em média oito anos a mais que o homem e isso se deve justamente ao fato delas se preocuparem mais com a prevenção”, afirmou. O atendimento nos dias 26 e 28 será realizado das 14 horas às 17 horas e no dia 27 das 8 horas às 11 horas.
O secretário de Saúde, Renato Cardoso, acredita que com a realização da campanha será possível sensibilizar a população para a questão da prevenção do câncer de próstata. “Espero que a campanha consiga ter uma grande adesão do público alvo. É muito importante que os homens deixem o preconceito de lado e passem a cuidar mais da sua saúde”, disse.
Dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) informam que no ano passado foram identificados mais de 60 mil novos casos da doença. O instituto considera câncer de próstata uma doença da terceira idade, porque cerca de três quartos dos casos no mundo surgem a partir dos 65 anos.

A próstata

A próstata é uma glândula presente nos homens, localizada abaixo da bexiga e à frente do reto. O câncer pode ser descoberto inicialmente no exame clínico, um toque retal, exame que enfrenta a resistência de muitos homens, combinado com o resultado de um exame no sangue. Se detectado o tumor, só a biópsia é capaz de confirmar a presença de um câncer. Segundo a SBU, quando descoberto no início, 90% dos casos de câncer de próstata são curáveis. De acordo com Ribeiro, pessoas que têm casos de câncer de próstata na família, obesas, e negras têm mais risco de desenvolver a doença.
Segundo o Inca, no Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, atrás do câncer de pele. Em valores absolutos, é o sexto tipo mais comum no mundo e o mais prevalente em homens, representando 10% do total de cânceres. A taxa de incidência do câncer de próstata é seis vezes maior nos países desenvolvidos em comparação aos países em desenvolvimento.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.