Header Ads

Seo Services

Campinas negociará com Stock Car e Indy para reverter 'vazio' do turismo


Secretário quer etapas das modalidades na cidade, a partir de 2014.
Competições registram pelo menos 35 mil espectadores em cada prova.

Para tentar reverter a baixa ocupação de hotéis no fim de semana e ampliar a receita obtida por meio do Imposto Sobre Serviço (ISS), a Prefeitura de Campinas (SP) negociará a inclusão do município nos calendários da Stock Car e da Fórmula Indy 300, a partir de 2014. O interesse foi confirmado ao G1 pelo secretário do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Samuel Rossilho.
"Nós tivemos um primeiro contato por telefone. Estamos aguardando a reunião presencial para discutir os investimentos. É um tijolo por dia, pois são projetos que precisam de tempo para maturação", afirmou o secretário. Um encontro com organizadores da Stock Car está previsto até o fim da semana, enquanto não há data para discussão sobre a Fórmula Indy 300.
"Os aficionados por automobilismo geralmente têm recursos. Então eles vêm para a cidade e gastam. É um valor interessante, pois ocupam hotéis, bares, restaurantes e pontos turísticos da cidade", ponderou Rossilho. No ano passado, Campinas recebeu 1 milhão de turistas, além de pelo menos 4 milhões de visitantes - aqueles que moram na região próxima da cidade.
Ocupação dos hotéis
A diretora de Turismo em Campinas, Alexandra Caprioli, explicou que planeja um calendário com eventos esportivos e culturais a serem realizados na cidade durante o fim de semana. O objetivo é reverter a baixa ocupação dos hotéis.
"Durante a semana, nós temos quase 100% da ocupação com o turismo de negócio. No sábado e domingo, porém, a taxa cai para 30%. Precisamos aumentar o lazer".

Ao ponderar sobre a chance do município receber as etapas dos campeonatos, ela estima arrecadação de pelo menos R$ 1,2 milhão com ISS, em três dias para cada evento. "Esse é o resultado ao considerarmos 10 mil pessoas hospedadas, com gasto médio de R$ 2,4 mil", explicou Alexandra. Com base em uma pesquisa feita sobre a realização das provas, na capital paulista, ela informou que a Stock Car e a Fórmula Indy 300 podem envolver 52 setores, entre eles de gastronomia, distribuição de brindes e aluguel de carros.

"Hoje nós temos 3,6 mil apartamentos turísticos, executivos ou de primeira classe em Campinas. Além da ocupação máxima, será possível a expansão do setor", mencionou a diretora. Em 2012, Campinas arrecadou R$ 541,1 milhões em ISS. A Secretaria de Recursos Humanos projeta aumento de 9% para este ano - valor equivalente a R$ 589,7 milhões.
Sinal amarelo
Embora tenha recebido aval do prefeito Jonas Donizette (PSB) para negociar, o chefe da pasta de Desenvolvimento Econômico e Turismo não revelou possíveis locais para viabilizar as provas, além da verba necessária para os investimentos.

"O local deve receber um público de pelo menos 40 mil pessoas. Temos algumas ideias, mas dependerá de avaliação técnica", falou Rossilho. Ele considerou que o município não terá problemas para conseguir parceiros no acerto.
"A região de Campinas possui 10% das 500 maiores empresas do mundo. Vamos encontrar auxílio para eventos dessa magnitude", afirmou o secretário. Em 2012, os equipamentos usados pela Fórmula 1 e a Fórmula Indy 300 chegaram ao Brasil pelo Aeroporto de Viracopos.

Rossilho cogita estrutura única para receber as duas modalidade, mas admite que o acerto com a Stock Car está mais próximo. "Neste momento é mais interessante a Stock Car, pois ela já tem um circuito. A Indy eu vejo possibilidade. Talvez uma vindo, a outra venha", resumiu.

Stock Car
O diretor geral da Vicar, Maurício Slaviero, disse que Campinas é uma região que interessa a Stock Car e reiterou que o assunto será discutido. "Houve um contato telefônico informal. Muitos aspectos precisam ser detalhados, desde local até a viabilização econômica", explicou o diretor. A Vicar é promotora e organizadora da competição.

Criada em 1979, a Stock Car registrou público médio de 35 mil espectadores no ano passado. O calendário deste ano é formado por 12 etapas, sendo três delas no estado de São Paulo. As provas são transmitidas pela TV Globo e a próxima corrida, segunda na temporada, está marcada para o dia 17, em Curitiba (PR).

Fórmula Indy 300
Segundo a assessoria de imprensa XYZ Live, a etapa sulamericana da Fórmula Indy 300 é disputada há três anos em um circuito de rua na região do Anhembi, em São Paulo. Com público médio de 40 mil espectadores, a competição deste ano terá 19 etapas.

Procurado pelo G1, o Grupo Bandeirantes de Comunicação, responsável pela organização e transmissão da Fórmula Indy 300 no Brasil, não comentou sobre o interesse da Prefeitura de Campinas até a publicação da reportagem.

Fonte : G1

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.