Header Ads

Seo Services

Mulher de 41 anos é encontrada morta com sinais de estrangulamento e perfuração no pescoço

O suspeito é o namorado da vítima, um homem de 26 anos com quem ela mantinha um relacionamento conturbado

Na madrugada da última segunda-feira (1°), uma mulher foi encontrada morta na casa onde morava em Campinas. Segundo o boletim de ocorrência, o corpo de Claudenice Eneas Nobre, de 41 anos, possuía sinais de estrangulamento e uma perfuração no pescoço. O suspeito é o namorado da vítima, um homem de 26 anos com quem a vítima mantinha um relacionamento conturbado. Ele foi preso na manhã de quinta-feira (4), em Jundiaí. A polícia chegou até ele após uma denúncia. Este foi o quarto caso de feminicídio em Campinas em 2020.
Testemunhas relataram à polícia que, por volta de meia-noite, ouviram barulhos e pedidos de socorro vindos do interior da residência. Os vizinhos tentaram contato com Claudenice, que não atendeu as ligações.
Na sequência Francenildo Francisco de Macedo, o suspeito do crime foi visto na porta da residência onde o corpo da vítima foi encontrado. Ele permaneceu no local por um tempo, de acordo com as testemunhas, e fugiu antes da polícia chegar.
O corpo da vítima foi encontrado caído com marcas de estrangulamento causado por uma cinta, segundo o boletim de ocorrência.
Os vizinhos também informaram aos policiais que Claudenice e o homem mantinham um relacionamento conturbado, marcado por brigas frequentes, há cerca de dois meses. Segundo eles, a mulher pedia que o suspeito fosse embora de sua residência, mas ele se recusava.
Fracenildo foi transferido para a 1ª DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) de Campinas.

Fonte: JP

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.