Header Ads

Seo Services

Centro I, Cooperlotes, Planalto e João Aranha têm maiores altas da Covid

Registros de novos casos da doença cresceram até 200% nessas regiões de abrangência das Unidades Básicas de Saúde de Paulínia

As regiões de abrangência das Unidades Básicas de Saúde (UBS) Centro I, Cooperlotes, Planalto e João Aranha tiveram esta semana as maiores altas nos registros de novos casos de moradores contaminados com a Covid-19, em Paulínia. Nessas áreas o crescimento da pandemia do novo coronavírus variou entre 60% e 200%, conforme boletim epidemiológico semanal do Departamento de Vigilância em Saúde.

O boletim semanal da Vigilância em Saúde foi divulgado neste sábado (13) e traz dados atualizados até sexta-feira (12), quando o município contabilizava 277 casos confirmados, quatro mortes (uma quinta em investigação) e 119 curados. Até as 9h30 desta manhã, apenas o número de moradores testados positivos para a Covid-19 sofreu alteração no município em relação ao período das últimas 24 horas: de 277 para 282 (+5).
Do boletim semanal com dados atualizados até o último dia 5 para este do dia 12, a disseminação da doença ocorreu da seguinte forma nas regiões de abrangência das 10 UBSs de Paulínia:

Centro I – de 47 para 75 (+28), variação de 60%;
Cooperlotes – de 13 para 33 (+20), variação de 154%;
Planalto – de 13 para 28 (+15), variação de 116%;
João Aranha – de 6 para 18 (+12), variação de 200%;
Betel – de 27 para 36 (+9), variação de 33%;
Monte Alegre – de 22 para 28 (+6), variação de 28%;
Amélia – de 11 para 16 (+5), variação de 46%;
Centro II – de 19 para 23 (+4), variação de 21%;
Parque da Represa – de 3 para 6 (+3), variação de 100%;
São José – de 11 para 13 (+2), variação de 19%; e
Sem residência fica – de 1 para 1 (+0), sem variação.
As três regiões das UBSs com maior número de ocorrências confirmadas do novo coronavírus em Paulínia são Centro I (75), Betel (36) e Cooperlotes (33). Depois vêm Monte Alegre (28), Planalto (28), Centro II (23), João Aranha (18), Amélia (16), São José (13), Parque da Represa (6) e sem residência fixa (1). Dos casos positivos, a maior incidência da doença se deu no sexo masculino (142) e na faixa etária entre 20 e 39 anos – 42,6%, ou 118 infectados.

Em comparação a sete cidades da região pesquisadas pelo Departamento da Vigilância em Saúde, com dados atualizados até quinta-feira (11), Paulínia era a terceira em números absolutos de casos da Covid-19 confirmados desde o início da pandemia, atrás de Campinas e Sumaré. Mas quando a comparação é pela taxa de incidência da doença a cada 100 mil habitantes por município, passa a ser a segunda, perdendo apenas para Campinas.
Veja abaixo a distribuição dos bairros por UBS em Paulínia:

– UBS Amélia

João Aranha
Saltinho
Leonor II
Amélia
Pazetti
Marieta Dian
– UBS Betel

Betel
Parque Brasil 500
Alvorada Parque
– UBS Centro I

Boa Esperança
Bonfim
Jardim dos Calegaris
Jardim Fortaleza
Jardim Vista Alegre
Jardim Ypê
Morumbi
Nova Paulínia
Poço Fundo
Santa Cecília
Vila Bressani
José Paulino Nogueira
Jardim São Bento
Presidente Médici
– UBS Centro II

Jardim América
Jardim de Itapoan
Jardim Nossa Senhora Aparecida
Morumbi
Parque da Figueira
Santa Terezinha
Jardim Europa
– UBS João Aranha

João Aranha
Leonor
Vida Nova
– UBS Monte Alegre

Jardim Flamboyant
São Bento
Vila Monte Alegre I
Vila Monte Alegre II
Vila Monte Alegre III
Vila Monte Alegre IV
Vila Monte Alegre V
Parque dos Servidores
Jardim Primavera
– Cooperlotes

Cooperlotes
Bom Retiro
– UBS Parque da Represa

Balneário Tropical
Belvedere do Lago
Jardim Harmonia
Nova Veneza
Parque da Represa
Serra Azul
– UBS Planalto

Alto Pinheiros
Bela Vista
Morro Alto
Jardim Planalto
Residencial Olinda
São Domingos
Vila Nunes
Ouro Negro
Jequitibás
Jequitibás
Patropi
Parque das Árvores
São Luiz
– UBS São José

São José I
São José II
Cascata

Fonte 24Hrs

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.