Header Ads

Seo Services

BO de ameaça foi registrado na Delegacia de Paulínia

Suplente convocado pela justiça faz boletim de ocorrência de ameaça 

O vereador suplente e relator da Comissão Processante (CP) que investiga o atos do executivo e legislativo de Paulínia, Robert Paiva (PTB) declarou através do BO( Boletim de Ocorrencia) numero 953/2018, que vem sendo ameaçado. Robert recebeu uma mensagem pelo aplicativo WhatsApp e relatou que já notou estar sendo seguido por um veículo.

Pelo conteúdo do texto enviado a Robert, se deduz que as ameaças estão ligadas a sua atuação  na CP. Para se proteger, o suplente registou um Boletim de Ocorrência na Delegacia de Polícia Civil de Paulínia e estuda a possibilidade de pedir uma medida protetiva na justiça.

Segundo Robert, mais de uma vez ele notou estar sendo seguido por um Corolla preto, mas, por conta da película escura nos vidros, não consegue visualizar o condutor do veículo.

Robert disse ainda que não tem ideia de quem seja o autor da ameaça enviada pelo WhatsApp. No texto, o ameaçador usa palavras de baixa calão contra  ele e afirma que sabe onde ficam sua casa e seu trabalho.

Em contato com a redação do Portal Vizão, Robert disse que "Os trabalhos da comissão processante continuam firmes e que acha que é um dever da Comissão Processante dar uma resposta a população de Paulínia, que já está cansada de ser enganada, acho que nada mais justo que apresentar a verdade pra todos.E é isso que a gente ta buscando mostrar a verdade e que ela prevaleça acima de tudo".

 Disse também Robert que "As pessoas que estão sendo acusados que elas venham ter a oportunidade de mostrar sua inocência, e que também se eles vierem a ser acusados e culpados que venham pagar pelos seus crimes".

Robert encerrou dizendo que "A população pode se tranquilizar pois nossos trabalhos estamos fazendo firme e com transparência"



Comissão

Além de Robert, também fazem parte da Comissão o vereador Tiguila Paes (PPS), presidente, e o suplente Paulo Camargo Júnior (PDT), secretário.

Investigação

A CP investiga suposta compra de votos envolvendo Dixon e 13  vereadores.
. A abertura da investigação foi aprovada no dia 26 de fevereiro, em sessão extraordinária, em cumprimento a uma ordem judicial expedida pela justiça de Paulínia.

Redação Portal Vizão

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.