Header Ads

Seo Services

“Uma lição de vida”, diz prefeito de Paulínia em visita à APAE e Casa do Menor

Para conhecer de perto as instalações e os serviços prestados por entidades assistenciais de Paulínia, o prefeito Dixon Carvalho visitou, na manhã desta segunda-feira, dia 25, a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) e a Casa do Menor Padre Antônio Caetano Magalhães.
Durante as visitas, o prefeito – que foi acompanhado pela primeira-dama Tatiana Castro e pelo secretário da Assistência Social, Genézio Luiz – pôde ter contato direto com os assistidos e com as equipes de profissionais que atuam nos locais.
“É extremamente gratificante saber que podemos colaborar com o excelente trabalho desenvolvido por estas entidades. Estar aqui hoje é uma lição de vida. É tocante ver o amor que cada um destes profissionais dedica aos assistidos. Queremos fazer tudo que estiver ao nosso alcance para que eles tenham sempre a melhor estrutura possível para o desenvolvimento destes trabalhos”, reforçou o prefeito.
Atualmente, por iniciativa do atual Governo, a APAE de Paulínia recebe subvenção de R$ 1,5 milhão por ano. “Após três anos de intensa crise financeira, a APAE pôde finalmente respirar aliviada. O repasse feito pela Prefeitura trouxe de volta a qualidade do atendimento prestado aos mais de 100 alunos atendidos pela Associação”, afirma o presidente da entidade, Ricardo Moreira.
Segundo o presidente, o valor disponibilizado pela Prefeitura tem viablizado o desenvolvimento das diversas atividades realizadas dentro da Associação.
“Conseguimos trazer de volta mais de 20 alunos que tiveram que deixar a APAE nos últimos anos, porque não tinhamos estrutura para atendê-los. Hoje, temos atendimentos de pedagogia, fisioterapia, terapia ocupacional, assistência social, psicologia, nutrição, preparação para o mercado de trabalho, terapia familiar, entre outros”, explica Ricardo.
Com dois filhos atendidos pela Entidade, a dona de casa Sonia Maria de Almeida Silva conta que foi graças a APAE que Rafaela e Rafael, hoje com 21 anos, conseguiram se devolver. “Eles são atendidos pela APAE há oito anos. Quando chegaram aqui não tinham condições de fazer nada. Hoje, comem sozinhos, interagem e se desenvolvem melhor a cada dia. Nos últimos anos, foram muitas as dificuldades enfrentadas pela APAE e, hoje, sou muito grata à Prefeitura por ter voltado os olhos para cá novamente. Eu não sei o que seria de mim sem este atendimento para os meus filhos”, afirma.
Vulnerabilidade Social - Na Casa do Menor, Dixon conferiu de perto as instalações que acolhem crianças e adolescentes em situaçao de vulnerabilidade social.
A presidente da Entidade, Andressa Pertile Branco, agradeceu a visita do prefeito e de todos que o acompanharam. “Para nós ter essa proximidade é muito importante. É a primeira vez, em tantos anos, que um prefeito visita a nossa Associação”, afirma.
Também acompanharam as visitas as diretoras da Secretaria da Saúde, Carol Guerra e Aline Anderle e os diretores da Secretaria de Assistência Social, Daniel Maccarone e Cláudio Gatti.
O secretário Genézio Luiz ressaltou que, a cada 40 dias, o prefeito irá visitar entidades de Paulínia para conhecer de perto cada uma delas. “Queremos mais proximidade com estas entidades, para saber como funcionam e do que precisam e como podemos ajudá-las”, afirma.
Casa do Menor - O abrigamento de menores abandonados teve início em 1929, tendo como fundador o fazendeiro Antônio Ferro. A atividade foi transformada há 30 anos na ONG Casa do Menor Padre Antônio Caetano Magalhães que passou a acolher crianças em situação de riscos por determinação judicial. Desde então, mais de 800 crianças e adolescentes já passaram pelo local.

A Casa do Menor de Paulínia aceita doações de roupas, brinquedos e produtos de higiene pessoal. Para doar, é só entrar em contato pelo número 3874-2370. Para conhecer melhor a Casa do Menor de Paulínia, acesse www.casadomenordepaulinia.org.br.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.