Header Ads

Seo Services

Pacotão em vídeo: como parar de receber spams com seu nome como remetente

>>> E-mail enviado para si mesma
"Olá Altieres. Estou com um problema no meu e-mail. Sou usuária do Hotmail/Outlook desde 2005, nunca troquei de username e este é meu e-mail principal. No início do ano ativei autenticação em duas etapas em quase todos os meus serviços, incluindo o Outlook. Tive um problema de "vírus" com ele em 2009, quando ele começou a disparar e-mails e mensagens no finado MSN para meus contatos. Consegui solucionar isso na época. Entretanto, desde então ele continua enviando e-mails falsos para mim mesma, que só eu recebo. Por quê? E como parar com isso? Já troquei a senha mil vezes. Abraços e obrigada"
Bruna Souza
O que acontece é o seguinte: receber um e-mail de si mesmo não é indicativo de que sua conta de e-mail está comprometida ou invadida.

O protocolo de e-mail não realiza a verificação do remetente. Na prática, aquela informação que aparece no campo "De:" do e-mail pode ser forjada e a mensagem jamais ter sido enviada a partir da sua conta. O que limita isso hoje em dia não são características do protocolo de e-mail em si, mas sim recursos anti-spam que usam algumas informações para tentar identificar se um e-mail é falso ou legítimo.

Para complicar as coisas, o protocolo de e-mail prevê casos em que alguém envia e-mail em nome de outra pessoa. Por exemplo, quando você usa mais de um endereço de e-mail a partir de uma mesma conta ou em listas de discussão por e-mail.

Nesse caso, o provedor que hospeda a conta que recebe todos os endereços pode usar um termo especial nas mensagens, chamado de "em nome de", para enviar mensagens em nome de outro endereço de e-mail. Mas nem todos os serviços de correio eletrônico ou programas de e-mail exibem essa informação da mesma maneira.

Se você encontrou essas mensagens em sua caixa de spam ou lixo eletrônico, então tudo bem

o sistema está funcionando do jeito que deveria. Se o e-mail está na sua caixa de entrada, então você pode classificar essas mensagens como spam. Caso você queira verificar se aquela mensagem realmente foi enviada a partir do seu provedor e da sua conta de e-mail, a melhor maneira de fazer isso é entrando em contato com o suporte técnico do serviço.

De qualquer forma, como essas mensagens podem jamais ter sido enviadas a partir da sua conta, não há maneira de impedir que elas continuem sendo enviadas. A única coisa a fazer é bloqueá-las.

O pacotão da coluna Segurança Digital vai ficando por aqui. Não se esqueça de deixar sua dúvida na área de comentários, logo abaixo. Você também pode seguir a coluna no Twitter em @g1seguranca

Fonte : G1

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.