Header Ads

Seo Services

Filme brasileiro 'O homem das multidões' vence festival na França

É uma maravilha', disse diretor Marcelo Gomes ao saber de premiação.
Longa é baseado no conto do escritor norte-americano Edgar Allan Poe.
 filme brasileiro 'O homem das multidões', de Marcelo Gomes e Cao Guimarães, baseado no conto homônimo do escritor norte-americano Edgar Allan Poe, conquistou neste sábado o grande prêmio do 26º Festival de Cinema Latino-Americano de Toulouse, na França.
O longa, que faz um retrato da sociedade contemporânea brasileira, aborda o tema do isolamento social nas grandes cidades, contando a história de dois funcionários do metrô de Belo Horizonte.
"É uma maravilha!", disse Gomes à AFP ao saber que seu trabalho ganhou o Prêmio "Coup de Coeur" desse festival francês dedicado ao cinema latino-americano.
Como parte da premiação, o filme receberá 6.000 euros (cerca de 8.000 dólares) para facilitar sua distribuição na França, dividido em uma dotação de 3.000 euros para a distribuidora e para a tradução e as legendas.
"Esse reconhecimento é uma surpresa para nós, porque nosso filme fala de um tema difícil, muito pouco abordado no Brasil, apesar de muita gente viver mergulhada na solidão", acrescentou o diretor.
"O homem das multidões" conta a história de Juvenal, um maquinista que, fora do trabalho, vive fechado em si mesmo. Também é a história de Margô, uma companheira de trabalho que mantém contato com outras pessoas apenas pelo mundo virtual da Internet.
"Ambos vivem em um estado de profunda solidão, mas cada um à sua maneira. A primeira é uma solidão clássica, a segunda é uma solidão virtual", comentou o cineasta.
O encontro entre ambos vai alterar a tranquila solidão que dominou suas vidas até esse momento e vai lhes oferecer a possibilidade de se abrirem um ao outro.
Esse ambiente solitário também se vê refletido pelo formato da tela, que abandona o tamanho panorâmico para adotar um formato quadrado. Essa disposição, explica Gomes à AFP, leva o espectador a contemplar a história como um observador distante de uma janela, sem necessidade de simpatizar com os personagens.
'O homem das multidões' completa uma trilogia sobre a incomunicabilidade humana que Cao Guimarães iniciou em 2004 com 'A alma do osso' e continuou em 2007 com 'Andarilho'.
O Prêmio do Grande Público foi atribuído a outro brasileiro, 'Casa Grande', de Fellipe Barbosa, que narra a história de um jovem promissor da classe alta do Rio de Janeiro que vê sua vida desmoronar quando o pai passa a ter problemas financeiros.
'Casa Grande' também obteve os prêmios da Federação Internacional da Imprensa Cinematográfica e da Crítica Francesa.





Fonte : G1

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.