Header Ads

Seo Services

Omissos por longo período, vereadores agora se preocupam com saúde pública do Município

Mesmo com diversas denúncias durante o Governo passado, parlamentares somente agora pedem a instauração de uma CEI (Comissão Especial de Inquérito)

De janeiro de 2009 a julho de 2013, a Saúde Pública de Paulínia foi alvo constante da reclamação dos moradores e de algumas autoridades, devido a falta de investimentos no setor durante a gestão de José Pavan Junior (PSB), que esteve à frente da Prefeitura entre janeiro de 2009 até 15 de julho deste ano, quando Edson Moura Junior (PMDB), prefeito eleito pelo voto popular, tomou posse no dia seguinte.
Pessoas morrendo em frente ao Hospital Municipal, demora no agendamento de consultas nas UBS’s (Unidades Básicas de Saúde), longas filas para atendimento no Pronto Socorro, falta de medicamentos, até mesmo para o tratamento de câncer, entre outros problemas que tanto prejudicaram a vida dos paulinenses vieram à tona na mídia, mas nada foi resolvido para que a situação fosse resolvida.
Mesmo diante das reclamações, vários vereadores pouco ou nada fizeram para combater o descaso. No entanto, apenas 90 dias após a posse de Moura Junior, que vê nesta área um dos maiores desafios de sua Administração, diante dos problemas “herdados” da gestão anterior, durante a 18ª Sessão realizada na Câmara Municipal, no último dia 15, os parlamentares votaram e por unanimidade decidiram para que seja instaurada uma CEI (Comissão Especial de Inquérito) para apurar supostas irregularidades no setor, apenas a partir de janeiro deste ano, esquecendo-se dos anteriores.
O vereador Zé Coco (PTB), que está em seu primeiro Mandato no Legislativo e integra a base governista, durante a votação para a abertura da Comissão, após ser criticado por Tiguila Paes (PRTB), da oposição, e autor do requerimento para que a CEI, por não ter assinado o pedido como forma de apoio, afirmou que a Politica é dinâmica, e desde o começo do ano pleiteava para que a mesma fosse instaurada. “Vamos arrumar a Saúde de Paulínia sim, com ou sem CEI. Eu apoiei sua criação quando foi tentado abri-la ainda durante a Administração de Pavan, onde a Saúde se encontrava péssima, mas esta Casa (Câmara) não a apoiou. Agora venho aqui sim assiná-la e apoiar sua abertura, pois vamos fazer a Saúde de Paulínia ser para o povo, como eles merecem”, afirmou o vereador sob os aplausos do público presente e também dos demais parlamentares.
Integrante da base adversária na Câmara, Edilsinho Rodrigues (PPS) parabenizou Zé Coco, e defendeu a instauração da Comissão, para que se possam ser resolvidos os problemas que atingem a área de uma vez por todas, independente de lado político, já que esse é um problema que se arrasta nos últimos anos.
CEI
O vereador Tiguila Paes foi o autor do Requerimento solicitando a Comissão, e conseguiu a assinatura de nove parlamentares para que a mesma pudesse ser votada; Gustavo Yatecola (PT do B), Marquinho da Bola (PSB), Siméia Zanon (PSDC), Fábio Valadão (PROS), Du Cazellato (PP), Doutor João Carlos Mota (PT), Danilo Barros (PCdoB), Ângela Duarte (PRTB) e Edilsinho Rodrigues (PP). Todos eles integrantes da base oposicionista à Moura Junior, sendo que os três primeiros foram reeleitos e nos últimos anos, pouco combateram os problemas encontrados na área. Tiguila já havia protocolado o pedido, preliminarmente em maio, época em que Pavan ainda era prefeito, mas manteve o mesmo “engavetado”, enquanto a cidade era comandada pelo pessebista.
A Comissão Especial de Inquérito (CEI) da Saúde será composta por cinco membros. O partido que tiver mais de um vereador na atual Legislatura será indicado pelo líder da bancada e confirmado pelo presidente da Casa, Marquinho Fiorella (PP). Quatro partidos (PSDC, PT, PP e PRTB) possuem dois parlamentares cada. A quinta vaga será sorteada entre os demais.

A CEI da Saúde terá 120 (cento e vinte dias) para concluir os trabalhos, prazo este prorrogável pelo mesmo período. Para ser efetivamente instaurada a CEI precisava da maioria simples, ou seja, oito votos favoráveis durante a sessão em que fosse pautada.

Fonte:  Alerta Paulinia

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.