Header Ads

Seo Services

Dilma sanciona o programa Mais Médicos

PRESIDENTE PEDIU DESCULPAS A PROFISSIONAL QUE FOI VAIADO NA CHEGADA AO BRASIL
Em cerimônia realizada no Palácio do Planalto, a presidente da República Dilma Rousseff sancionou nesta terça-feira, 22,  a lei que institui o programaMais Médicos, que leva profissionais de saúde para o interior e periferias das grandes cidades.

Durante a cerimônia, que contou com a presença de médicos estrangeiros,Dilma pediu desculpas ao cubano Juan Delgado, que foi hostilizado por brasileiros quando chegou a Fortaleza. Ele recebeu simbolicamente o primeiro registro emitido pelo Ministério da Saúde.

Com a publicação da lei do Mais Médicos amanhã, no Diário Oficial da União, o governo poderá passar a emitir registros provisórios para médicos estrangeiros, o que até então era de competência dos conselhos de Medicina. A possibilidade foi incluída no texto da medida provisória pelo Congresso, depois de o ministro Alexandre Padilha manifestar preocupação com a resistência dos conselhos em emitir os registros.

Segundo dados do governo, 196 médicos com diplomas do exterior recebem sem trabalhar, pois ainda não conseguiram o documento.

A cédula de identidade dos médicos estrangeiros terá validade de três anos e autoriza o exercício apenas na atenção básica, restrito às atividades do programa e aos municípios onde estão alocados – o nome da cidade vai constar na identificação. A carteira será elaborada pela Casa da Moeda e contará com itens de segurança para dificultar a falsificação do documento.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.