Header Ads

Seo Services

PF fecha balanço e divulga apreensão de 71 kg de pasta base de cocaína


Contagem final de operação em Mogi Guaçu foi divulgada neste domingo.
Polícia Federal encontrou ainda R$ 81 mil e 120 mil dólares em dinheiro.

Operação da PF apreende 71 kg de pasta base de cocaína em Mogi Guaçu Reprodução: (Foto: André Natale/G1)
A Polícia Federal (PF) de Campinas (SP) divulgou na tarde deste domingo (17) o balanço final da operação contra o tráfico de drogas em Mogi Guaçu (SP) realizada no sábado (16). Ao todo, foram apreendidos 71 quilos de pasta base de cocaína, joias, 30 carros, três vans, além de R$ 81 mil e 120 mil dólares em dinheiro. Duas mulheres foram presas. As investigações começaram após uma denúncia anônima.
A droga estava escondida no painel de um carro e foi encontrada por um cão farejador da PF. O veículo estava em uma casa no bairro Parque Cidade Nova. Com a chegada das viaturas, as duas mulheres tentaram fugir com o carro, mas foram seguidas pelos policiais e interceptadas. As joias e o dinheiro também estavam na casa. A conversão da pasta base para a cocaína em pó varia de acordo com a pureza da droga, mas pode render entre três e cinco vezes mais a quantidade para venda.
Um estacionamento de compra e venda de veículos no Centro de Mogi Guaçu também foi alvo da operação porque existe a suspeita do estabelecimento ser usado para lavagem de dinheiro e ponto de tráfico de drogas, de acordo com o responsável pela comunicação social da Polícia Federal de Campinas, Hermógenes Leitão Neto. "O uso de estacionamentos de veículos tem sido frequente para 'esquentar' o dinheiro do tráfico. Os veículos também são utilizados para a venda da droga e também comprados pelo comércio ilegal", explica.
Ao todo, 30 carros e três vans que estavam no local foram apreendidos. O proprietário do estacionamento foi levado para a delegacia da PF em Campinas, prestou esclarecimentos e foi liberado. A principal suspeita é de que a droga seria distribuída na região de Campinas. Outras pessoas envolvidas na quadrilha estão sendo procuradas.
As duas mulheres presas foram transferidas para a Cadeia Feminina de Paulínia (SP).
Operação em divisas
A PF de Campinas, que cobre 66 cidades, tem feito uma operação de 'sufocamento' para evitar o tráfico internacional e interestadual de drogas. "É muito mais fácil para o bandido se esconder em chácaras, locais mais afastados, do que nos centros urbanos. A fuga é mais fácil", afirma Hermógenes Leitão.

Fonte : G1

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.