Header Ads

Seo Services

Secretário estuda reduzir percentual no corte de radares em Campinas Prefeito anunciou diminuição de 20% na quantidade de equipamentos.


Número de mortes no trânsito da cidade aumentou 41,3% em 2011.
O secretário de Transportes de Campinas (SP), Sérgio Benassi, estuda reduzir o percentual de 20% no corte de radares instalados na cidade, anunciado em dezembro pelo prefeito Jonas Donizette (PSB).

"A palavra de ordem é segurança no trânsito, não aumentar o número de acidentes e mortes. Se isso vai ser 1%, 2% ou 20% é a nossa responsabilidade. Pode mudar", explicou Benassi. Ele alegou que é necessário avaliar quais, dos 100 equipamentos, são empregados com finalidade educativa ou de arrecadação.

Atualmente, a Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) dispõe de 50 radares móveis e 50 fixos. Os equipamentos são distribuídos em esquema de rodízio em 300 pontos mapeados pela Emdec. A fiscalização abrange 116 vias e cruzamentos diferentes.

Balanço do trânsito
A quantidade de vítimas fatais por acidentes de trânsito na cidade aumentou 41,3% em 2011 em relação ao ano anterior, segundo balanço divulfado pela Emdec nesta sexta-feira (18).

Segundo o balanço, foram aplicadas 489.346 multas de trânsito no período, sendo que 68,27% delas foram registradas pelos equipamentos eletrônicos, como radares, espalhados pela cidade. O número é 14,62% maior que o registrado em 2010, quando foram emitidas 426.937 multas.
Em 2011, o ponto da cidade com o maior número de infrações registradas é o Túnel Joá Penteado. Foram registradas 45.157 autuações. Em seguida no ranking estão a Avenida John Boyd Dunlop e a Avenida Lix da Cunha.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.